Em outro artigo já mencionamos a necessidade de um mapeamento de processos, uma etapa importantíssima que ajuda a entender a viabilidade do projeto de MMGD, e garante uma implementação precisa do mesmo.


O início efetivo da instalação se dá com a solicitação de acesso à rede elétrica pública - começo também da relação do cliente com a concessionária de energia cabível. O prazo para que seja emitido o parecer de acesso, autorizando o mesmo, é de 15.


Uma vez autorizado, a próxima etapa já é de compra e instalação do equipamento de geração. Logo após a instalação é necessário requisitar uma vistoria à concessionária, como uma aprovação final. Geralmente após a vistoria é gerado um relatório de pendências, pequenos ajustes às normas da concessionária de forma geral, como garantia de segurança e alinhamento entre as instalações.


Uma vez realizados e aprovados os ajustes, o sistema de compensação energética pode ser colocado em funcionamento.


A partir daí, é só aproveitar sua nova instalação e sentir o retorno de seu investimento.


É importante ressaltar que, apesar de relativamente simples, o processo inclui uma série de visitas técnicas e entrega de documentação e informações também de caráter técnico. Por isso é importante ter o respaldo de uma empresa especializada no ramo para te acompanhar e orientar. Ter esse acompanhamento vai garantir que você passe pelo processo no menor tempo possível.


Confira abaixo uma ilustração simplificada do processo, e saiba que pode contar com a Evolt.